Institucional   Eventos   Projetos   Publicações   UTV   Página Inicial Fale Conosco Mapa do Site
 

ÁREA DE SAÚDE

Avançando além da área de avaliação, a Fundação Cesgranrio, no ano de 1997, entrou no campo da acreditação, elaborando o Programa de Qualidade, Avaliação Tecnológica, Acreditação de Hospitais e Serviços de Educação Permanente de Pessoal em Saúde (PQTS). Para desenvolver o programa, firmou, no mesmo ano, um convênio com a Joint Commission on Accreditation of Hospitals and Healthcare Organizations, instituição privada dos Estados Unidos, que praticamente avalia 90% do sistema hospitalar americano.

Em 1998, constituiu-se o Consórcio Brasileiro de Acreditação de Sistemas e Serviços de Saúde - CBA, criado pelo Protocolo de Cooperação firmado pela Fundação Cesgranrio, pela Academia Nacional de Medicina - ANM, pelo Colégio Brasileiro de Cirurgiões - CBC e pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, assumindo a Fundação Cesgranrio a função de delegado constituinte. No dia 25 de julho de 2002, foi assinado o “Termo de Alteração de Protocolo de Cooperação”, que dá por concluídas as atribuições delegadas à Fundação Cesgranrio, transferindo-as para a UERJ.

Neste período de 1998 a julho de 2002, a Fundação Cesgranrio, enquanto constituinte delegado do CBA, assinou vinte e quatro contratos para atendimento a quarenta hospitais. Os hospitais atendidos pertencem às esferas federais, estaduais, municipais e particulares, distribuídos pelos estados da Bahia, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

No primeiro semestre de 2002, a Fundação Cesgranrio concluiu o convênio firmado com o Ministério da Saúde, cujo projeto “Saúde na Escola” previa a produção de 42 (quarenta e dois) vídeos e guias de apoio sobre temas da área da saúde, para exibição nos programas da TV Escola.

Em janeiro de 2003, foi concluído o Termo de Contrato do Projeto de Profissionalização dos Trabalhadores da Área da Enfermagem - PROFAE, assinado entre a Fundação Cesgranrio e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - UNESCO, por intermédio do Ministério da Saúde.

O contrato, assinado em 5 de agosto de 2002, teve como objetivo a “Operacionalização do Teste Piloto da Certificação de Competências Profissionais”, aplicado em uma amostra diversificada, a fim de criar condições técnicas para a aplicação do Sistema de Certificação de Competências/PROFAE em todo o território nacional. A amostra escolhida foi a dos auxiliares de enfermagem egressos dos cursos do PROFAE realizados no Espírito Santo.

O contrato em questão foi fruto da licitação - Carta Convite 191/2001. A Fundação Cesgranrio e uma outra concorrente apresentaram suas propostas, tendo sido vencedora a proposta técnica da Cesgranrio.

A Fundação Cesgranrio, como empresa líder do Consórcio formado, para este fim específico, com as empresas espanholas CHC Consultoria i Gestió S.A. e Faura Casas Auditors Consultors S.L., assinou, em 26 de dezembro de 2002, contrato com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, que tem como objeto a Prestação de Serviços de Consultoria ao Ministério da Saúde, no âmbito do Projeto de Reforço à Reorganização do Sistema Único de Saúde - REFORSUS, para a montagem de um “Modelo de Gestão do Sistema Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde - SUS”.

Ainda na área da saúde, em 2004, a Fundação Cesgranrio foi contratada, pelo Ministério da Saúde, para fazer uma avaliação do Programa de Saúde da Família (PSF)em 16 municípios dos Estados do Amapá, Pará, Tocantins e Maranhão. Para esse trabalho, foi utilizada uma tecnologia de avaliação de padrões de qualidade de atendimento, desenvolvido pelo Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA), do qual a Fundação Cesgrario participa.

De forma pioneira, a Fundação Cesgranrio ainda realizou um estudo de geo-referenciamento, localizando no mapa onde estão as unidades primárias de saúde de referência para as famílias que são atendidas pelo PSF, no intuito de melhorar e facilitar o acesso da população mais carente à assistência.

Foram avaliadas também as competências gerais e específicas dos médicos e enfermeiros da Saúde da Família, visando identificar áreas de necessidades de educação continuada, para  aprimorar o trabalho desses profissionais.

O projeto de avaliação do PSF foi concluído em julho de 2006, tendo sido apresentadas as conclusões em seminário na Organização Panamericana de Saúde, em dezembro de 2006.


Visualize esta página preferencialmente em 800x600 com o Microsoft Internet Explorer® mais atualizado.
O conteúdo desta página poderá ser alterado sem aviso prévio.  Este Site sofre atualizações freqüentemente.
Copyright © 1997-2008 FUNDAÇÃO CESGRANRIO.  Todos os direitos reservados.